ENTENDA COMO FUNCIONA O NOVO  SISTEMA DE CUSTEIO SINDICAL PATRONAL :: Noticias :: Sinqfar

Notícias


23/11/2017 ENTENDA COMO FUNCIONA O NOVO SISTEMA DE CUSTEIO SINDICAL PATRONAL

Aprovada em assembleia taxa única vai garantir produtos, serviços e manutenção do Sinqfar como entidade forte e representativa

noticia
   Para fazer frente às despesas operacionais necessárias ao bom desenvolvimento da prestação de serviços do Sinqfar, entra em vigor, em janeiro de 2018, um novo Sistema de Custeio Sindical Patronal. Trata-se da Contribuição de Custeio Sindical Patronal, aprovada em assembleia geral extraordinária, realizada em 15.08.17 e incluída em Cláusula da Convenção Coletiva de Trabalho 2017-2018.  A medida, válida para empresas associadas e sindicalizadas (veja detalhes abaixo), foi necessária devido à mudança estabelecida a partir da Reforma Trabalhista (Lei nº  13.467), publicada no Diário Oficial da União em 14/07/2017,  em vigor desde o dia 11/11/2017.
Até a aprovação da Reforma Trabalhista, a Contribuição Sindical Obrigatória era a principal fonte de renda dos sindicatos, laborais ou patronais. Com a Lei, a taxa passou a ser facultativa, dando as empresas a opção de fazer ou não o pagamento.
"Felizmente contamos com a maturidade das nossas empresas que entenderam a importância de uma regulação interna própria para custear a prestação de serviços do Sindicato e a defesa de seus interesses que incluem uma ampla gama de serviços como a CCT e consultoria jurídica, cursos de capacitação, entre outros de grande importância. Além disso, a taxa vai assegurar a representatividade, mantendo o Sinqfar forte e atuante como sempre foi" - diz o presidente do Sinqfar, Marcelo Ivan Melek.
TAXA ÚNICA - O presidente esclarece que não haverá qualquer cobrança referente à taxa de contribuição sindical facultativa para as empresas associadas ou sindicalizadas. "A lei permite o pagamento facultativo mas optamos por não fazer. O associado ou sindicalizado do Sinqfar pagará um único valor no ano de 2018, em um único boleto em janeiro de 2018, o que vai gerar menos custo operacional e tempo despendido" - reforça. Na prática não vai aumentar o que já era cobrado anteriormente, ou seja, os valores desta taxa serão os mesmos cobrados ou devidos em 2017, apenas com a correção pelo percentual da Cláusula denominada Reajuste Salarial da CCT, prevista na Convenção Coletiva de Trabalho.
COMO FICA A COBRANÇA PARA AS EMPRESAS ASSOCIADAS AO SINDICATO
De acordo com a decisão das empresas aprovada na assembleia geral extraordinária, (Cláusula da CCT 2017-2018), todas as empresas associadas pagarão ao Sindicato, até o dia 31 de janeiro de 2018, a título de Taxa de Custeio Sindical Patronal.
Para realizar o pagamento, as empresas receberão boleto bancário, emitido pelo Sinqfar, com o valor a ser pago dentro da data prevista (31 de janeiro).
Em caso de dúvidas favor entrar em contato com a Senhora Amélia, telefone (41) 3254.8774 ou e-mail sinqfar@sinqfar.org.br
COMO FICA A COBRANÇA PARA AS EMPRESAS SINDICALIZADAS
De acordo com a decisão das empresas aprovada na assembleia geral extraordinária, (Cláusula da CCT 2017-2018), todas as empresas abrangidas pela Convenção Coletiva de Trabalho pagarão ao Sindicato Patronal, até o dia 31 de janeiro de 2018, a título de Taxa de Custeio Sindical Patronal.
Para realizar o pagamento, as empresas receberão boleto bancário, emitido pelo Sinqfar, com o valor a ser pago dentro da data prevista (31 de janeiro).
Em caso de dúvidas favor entrar em contato com a Senhora Amélia, telefone (41) 3254.8774 ou e-mail sinqfar@sinqfar.org.br
IMPORTÂNCIA DO CUSTEIO PARA GARANTIR CCT E OUTROS SERVIÇOS
Como entidade representativa dos setores Químico e Farmacêutico no Paraná, o Sinqfar é referência para as demais entidades de classe no Estado, com chancela da FIEP e da sociedade. Além de uma forte representatividade junto a órgãos públicos estratégicos, as empresas associadas dispõem de produtos e serviços que contribuem para o bom andamento dos negócios tais como:
CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - Definido como o principal produto oferecido pelo Sinqfar, a CCT é o momento em que se juntam foco, habilidade política e ampla experiência para defender Acordos justos para as empresas. Os resultados históricos dos últimos anos demonstram os resultados obtidos. A este item, soma-se outro importante produto oferecido pelo Sindicato: o FÓRUM SETORIAL DE NEGOCIAÇÃO COLETIVA, evento que prepara as empresas para o início do processo da Convenção Coletiva de Trabalho, com pesquisas conjunturais, negociais e distribuição do Caderno de Tendências Negociais - que baliza o debate aprofundado sobre as melhores estratégias de negociação.
CONSULTORIA JURÍDICA - O Sinqfar mantém um Departamento Jurídico. Assim, as empresas dispõem de Consultoria para questões jurídicas de interesse coletivo, já tendo logrado êxito em diversas ações.
CAPACITAÇÕES TÉCNICAS - Visando ao profissionalismo e à competitividade das suas empresas associadas, o Sinqfar mantém capacitações importantes na sua agenda anual, com destaque para mais de 40 cursos na área de Boas Práticas de Fabricação para as Indústrias, com formação de mais de 1200 trabalhadores.
LOGÍSTICA REVERSA - O Sinqfar conta com um Projeto de Logística Reversa que cumpre a legislação estadual e nacional concernentes a este tema, sendo hoje referência para segmentos do Paraná e outros Estados.
CANAIS DE COMUNICAÇÃO - O Sinqfar possui canais de comunicação ativos de modo que as empresas do setor tenham acesso a informações relevantes com agilidade através do site, e-mails, facebook e boletim mensal Átomo Express.

e-mail






TOP 5
Confira as 5 mais lidas